Feira do Livro 2014 registra recorde de público


A Feira do Livro de Rio do Sul foi uma festa da literatura que envolveu também teatro, música, dança e cinema. Para a organização, a expectativa de público foi superada – cerca de 15 mil pessoas passaram pelo Parque Universitário Unidavi de 9 a 14 de setembro. Para os livreiros e editoras, as vendas foram boas, tanto que alguns precisaram aumentar o estoque durante o evento. E do público, o que se ouviu foram elogios em relação à organização e variedade da programação.

“Nem bom, nem muito bom. Ótimo é a palavra para resumir a feira”, afirmou o livreiro Abrelino Assunção, de São Bento do Sul. O empresário destacou a receptividade e a boa interação com o público. Motivado pela feira, da qual participa pela segunda vez, e por pesquisas de mercado, ele pretende abrir uma filial de sua livraria em Rio do Sul. A feira contou com mais 12 estandes, além da área de lazer com brinquedos para as crianças, visitação ao Museu da Madeira e praça de alimentação.

Cerca de 45 escolas da região agendaram a participação de 80 turmas de estudantes e educadores nas atividades artísticas e de formação ou para visitação aos estandes. “Registramos um recorde de público, com um fluxo intenso de estudantes de quarta a sexta-feira e um movimento constante de crianças, jovens, adultos, famílias de Rio do Sul e região no fim de semana. O comércio de livros também foi muito positivo. A Prefeitura e a Fundação Cultural consolidam a Feira do Livro como um evento importante e estratégico, que une arte e educação”, afirma o superintendente da Fundação, Willian Sieverdt.

Foram 35 atrações ao longo dos seis dias e noites de evento. Um dos momentos de maior concentração de público foi o bate-papo literário com o músico e escritor Humberto Gessinger, que foi mediado pelo escritor catarinense Carlos Henrique Schroeder e seguido de um pocket show. Outro momento especial foi a participação da companhia espanhola The Bag Lady Theater com o espetáculo Bag Lady em duas sessões. Também foram lançados os livros Indicador de Escritores do Alto Vale do Itajaí e a apresentação da revista em quadrinhos Rio do Sul: nas palavras do colonizador.

Alunos do curso de contação de histórias do Pronatec se apresentaram ao longo do fim de semana. Três escritoras da região foram homenageadas: Neide Maria de Souza Moreira Areco, Tatiane Mileide Danna e Silvana Mara Cristovão da Silva, esta que ainda lançou o livro Teatro Amador durante a feira.

A Feira do Livro foi realizada com o apoio da Associação de Escritores do Alto Vale do Itajaí, Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí (Unidavi), Instituto Federal Catarinense (IFC – Rio do Sul), Serviço Social do Comércio (SESC) e Associação da Fundação Cultural (Asfuc).

http://www.fundacaocultural.art.br/noticias/2014/09/feira-do-livro-de-rio-do-sul-registra-recorde-de-publico/